Pablo Ortiz

Guitarrista Costarricense

Tango como salido de Argentina

Posted on Jan 4, 2006

Tango como salido de Argentina

Lançamento: Melhores tangos são jogados, com paixão, por tres ticos y un argentino en el disco Tango en Esencia Antes de Gardel el tango era instrumental. As primeiras composições deste gênero foram originalmente escritos apenas para serem acompanhados por instrumentos. E, em seguida, Thrush El Criollo, ela deu sua voz eo gênero conhecido outros seguidores. Como um tributo para a primeira etapa é que a dupla da Costa Rica Castillo & Ortiz -José A. Castillo (Violino) e Pablo Castillo (Guitarra)- Tico Chiqui -member baixista Marco Ortiz da Orquestra Sinfônica Nacional ea Orquestra Filarmônica eo argentino bandoneon-Norberto Vogel -músico caminho juntou reconhecido- para gravar Tango em Essence, um álbum que já está disponível em lojas de discos. Popular. “Astor Piazzolla tango leva os níveis sinfônicas e concertos e isso é o que fazemos com este registro, É como um show de tango uma interpretação de alto nível de”, Pablo Ortiz explicou. Embora os temas escolhidos se-ia pensar que o trabalho é uma homenagem a Gardel, guitarrista esclarece que não é. “O que acontece é que ele contém os tangos mais populares, muitos dos quais são de Carlos Gardel”. A seleção foi colocar a cabeça Pablo e Roberto, que também assumiu os arranjos. “Nós escolhemos temas que mantêm a essência dos compositores do gênero, são tangos clássicos, por isso que o trabalho intitulado Tango Essence”, detalhado o primeiro desses músicos extraordinários. Idea. A iniciativa de dar vida a este projeto surgiu há dois anos quando Castillo & Ortiz jogou com o argentino no Concert IV Ciclo Independência. Outro fator foi o fato de que os Ticos professam uma afinidade com o gênero. “Nós amamos tango. Em nossos registros registramos qualquer “, Ortiz explicou. O resultado tem-nos absolutamente satisfeito. “Se Vogel disse que é a primeira produção fora da Argentina havia registrado com o verdadeiro sabor do tango. Buenos Aires tem o selo, soa Argentina”, Orgulhoso, diz guitarrista, Ortiz acredita que este trabalho vai abrir a porta para o mundo, na verdade, já valeu a pena para o quarteto foi convidado para apresentar março, o disco no Festival Internacional de Violão em Miami. Marcela Quirós U. mquiros@nacion.com Este artículo fue tomado de: Tango como salido de Argentina...

Leia mais